Criação dos Scripts

Os scripts a serem criados no roacle facilitam a vida do DBA. sendo que a partr das views, verificamos que podemos utilizá-las para criar arquivos no sistema. com usso, vamos usar a mesma sintaxe anterior e colocando constantes junto ao SQL podemos gerar o nosso primeiro script.
SET HEAD OFF;
SET FEEDBACK OFF;
SPOOL /tmp/oracle/saida.sh
SELECT ‘cp ‘ name ‘ /tmp/oracle/name’
FROM v$datafile;
SPOOL OFF;
O aerquivco é criado com a seuqencia de comandos para a copia. Sendo, a partoir do exemplo, faça um script mais completo, mostre a data, o usuario e interrompa o banco , e depois no mesmo script inicie o banco de dados. Dica: use a SYSDATE, USER
SHUTDOWN.SQL – este arquivo contem as instrucoes para o SQLPLUS. A exntensao SQL
simboliza sua utilização. O conteudo dos arquivos:
SHUTDOWN.SH
#/bin/bash
#este script interrompe BD
sqlplus sys/inforium as sysdba
SHUTDOWN.SQL
shutdown immediate;
exit;
cd /oracle
pwd
chmod +x shutdown.sh
shutdown.sh
===========================================================================
Prática
===========================================================================
[1] Crie um script para iniciar o banco de dados a partir de um script shell;
[2] Crie um script que mostre:
– o status do banco a partir de um script shell;
– modo do arquivamento -> archive log list (sql);
– status do banco open_mode na v$database (sql);
– nome do banco database_name na v$database (sql);
– nome da instância instance_name na v$instance (sql);